Clube FII News News

Notícias para o investidor de fundos imobiliários

Conheça o Clube FII

Conheça o Clube FII

beta
Breaking News

Justiça suspende por 180 dias execuções sobre terras do BTRA11 no MT

Justiça suspende por 180 dias execuções sobre terras do BTRA11 no MT

Mercado

Usuário agora também pode ser sócio do Clube FII

Após rodada de negócios com o Grupo Solum que atraiu investidores-anjo de peso, maior plataforma de dados do mercado FII também abre oportunidade de participação para usuários e outros investidores

Por Luciene Miranda
sexta-feira, 20 de maio de 2022

O Clube FII, maior plataforma de dados de mercado de Fundos Imobiliários (FII) do país, abre agora a possibilidade de usuários e outros investidores também serem sócios junto com o fundador Rodrigo Cardoso de Castro, o CTO Maycon Brito e os recém-chegados Arthur Vieira de Moraes, Felipe Ribeiro e Felipe Guinle.

 

A novidade é uma parceria do Clube FII com a Beegin, plataforma de investimentos do Grupo Solum. Por meio dela, será possível que mais pessoas se tornem sócias e, consequentemente, fiéis promotoras da empresa. A oferta está aberta no site beegin.com.br/oportunidades/clube-fii

 

Usuário agora também pode ser sócio do Clube FII
Da esquerda para a direita, os sócios do Clube FII Felipe Ribeiro, Rodrigo Cardoso de Castro, Maycon Brito, Felipe Guinle e Arthur Vieira de Moraes

 

A operação é a sequência da primeira rodada de investimentos que o Clube FII recebe em sua trajetória promovida pelo Grupo Solum e pela ene empreendimentos - dos empresários Felipe Guinle, João Otávio Olivério e Eduardo Marinho Christoph. O aporte à plataforma é de cerca de R$ 10 milhões e foi anunciado na segunda-feira (16).

 

Os recursos serão destinados ao projeto de dobrar a atual estrutura do Clube FII e, em seguida, dar início ao novo plano de expansão com a oferta de novas funcionalidades e serviços, em especial, na área de educação.

 

 

Propósito de promover o mercado FII

 

O Clube FII, plataforma (SaaS – Software as a Service) pioneira sobre Fundos Imobiliários, está prestes a alcançar 300 mil usuários.

 

Desde que foi fundado em 2015, a empresa concentrou todos os esforços no desenvolvimento de sua tecnologia e, desde então, se tornou a mais conhecida plataforma independente de informações do mercado de FII com crescimento da base de usuários de forma totalmente orgânica – sem auxílio de ações de marketing - apenas com capital próprio (bootstrapping no termo em inglês).

 

Os novos recursos financeiros que chegam pela atual rodada de negócios serão majoritariamente destinados à contratação de equipe nas áreas de Tecnologia e de serviços mais especializados como Análise e Educação.

 

Haverá também o investimento nas áreas de Marketing e Vendas que, a partir do 2º semestre, estarão voltados à expansão da comunidade de investidores do Clube FII, principalmente entre os iniciantes do mercado financeiro, incluindo aqueles que ainda não atuam em renda variável e só concentram investimentos em poupança. A meta é alcançar 1 milhão de usuários na plataforma.

 

Atualmente, o mercado de Fundos Imobiliários conta com 1.648.000 investidores em mais de 400 FIIs listados na bolsa, de acordo com o último relatório da B3. Um mercado que cresceu 692% desde dezembro de 2018 e já capitalizou R$ 176 bilhões de patrimônio líquido.

 

No momento, o Clube FII reúne cerca de 20% destes investidores cadastrados e engajados em sua plataforma.

 

“Temos a maior comunidade de investidores em FII dentro da nossa plataforma e uma proximidade com o nosso usuário que é muito rica”, afirma Rodrigo Cardoso de Castro, fundador e CEO do Clube FII, além de grande entusiasta do setor com 100% do patrimônio investido em FIIs.

 

A plataforma Clube FII também oferece a possibilidade aos usuários de realizar um cadastro e simular carteiras de investimento. Hoje, a empresa já reúne mais de 70 mil carteiras ativas com um total que ultrapassa R$ 10 bilhões em investimentos em FIIs cadastrados na plataforma.

 

“As carteiras simuladas são um dos exemplos de enorme valor agregado que o Clube FII já entrega pela plataforma. A partir de agora, passaremos a agregar ainda mais com a nova esteira de tecnologias e serviços que pretendemos lançar ainda neste ano", complementa Felipe Guinle, sócio fundador e managing partner da ene.

 

A ene empreendimentos é uma Venture Capital especializada em investimentos do tipo ‘seed money’ e ’early stage’ de companhias com foco em Tecnologia – entre elas SaaS e fintech – e Ciências da Vida. A ene tem interesse especial em startups de alto impacto tecnológico.

 

Também integrante da rodada, o Grupo Solum é uma holding que reúne negócios complementares voltados ao mercado de investimentos alternativos para pequenas e médias empresas. O grupo foi fundado pelos sócios Rodrigo Fiszman e Patricia Stille (ex-sócios da XP), Pedro Janot (ex-CEO e cofundador da Azul Linhas Aéreas) e Alexandre Amitay (ex-consultor da Bain&Co).

 

“Acompanhamos de perto a transformação do mercado de capitais e entendemos que o Clube FII tem cumprido um papel fundamental na educação do investidor para diversificação de seus investimentos. Temos convicção que a demanda pelos serviços da plataforma tende a crescer ainda mais nos próximos anos”, afirmou Rodrigo Fiszman, CEO do Grupo Solum.

 

 

Arthur Vieira de Moraes, Felipe Guinle e Felipe Ribeiro chegam como novos sócios do Clube FII

 

A semana do anúncio do aporte de cerca de R$ 10 milhões ao Clube FII também contou com a notícia de chegada de novos sócios representativos nos mercados de Fundos Imobiliários e de investimentos em startups .

 

Além do fundador Rodrigo Cardoso de Castro e da equipe de tecnologia liderada pelo novo CTO Maycon Brito, entra Arthur Vieira de Moraes, professor de Finanças, palestrante, consultor e apresentador.

 

Moraes vai liderar a ampliação dos projetos educacionais da empresa e conduzir o Clube FII News, a nova divisão de notícias exclusivamente dedicada ao mercado FII que já funciona em versão beta desde outubro de 2021 no www.clubefiinews.com.br/.

 

Felipe Ribeiro, gestor de Fundos Imobiliários, escritor e um dos maiores especialistas no Brasil em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), também ingressa no Clube FII como sócio responsável pela área de investimentos alternativos. Ele vai liderar a ampliação dos serviços oferecidos pelo Clube FII.

 

Além das tradicionais páginas sobre os Fundos Imobiliários, a plataforma terá também os perfis de CRIs (que já respondem por cerca de 40% do mercado de FIIs), além de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA), Real Estate Investment Trust (REIT) negociados nos Estados Unidos, Fundos de Investimentos do Agronegócio (Fiagro), entre outros produtos financeiros.

 

Felipe Guinle, fundador e sócio da ene empreendimentos, completa o quadro de sócios e assume a posição de Co-CEO do Clube FII ao lado de Rodrigo.

 

“O nosso mercado de atuação está muito aquecido e a nova avenida de crescimento para o setor passa inevitavelmente pela digitalização e o maior engajamento do usuário através de informação e conteúdo de qualidade. O Clube FII está em uma posição muito diferenciada para se beneficiar deste momento por ser uma marca forte com grande potencial e, principalmente, valor para capturar. Esta rodada seed é o primeiro passo preparatório e será fundamental para a expansão que pretendemos alcançar”, conclui.

 


mais notícias semelhantes
O Clube FII preza pela qualidade do conteúdo e verifica as informações publicadas, ressaltando que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.